Paredão "BBB16" enquete: Ana Paula fala demais em reality e pode parar na cadeia

A situação ficou feia para o lado de Ana Paula, que em um momento de fúria acusou Laércio, com quem disputa o segundo paredão do BBB 16, de ser pedófilo. A possibilidade da loira ser processada por injúria pelo design de tatuagem é grande e caso seja condenada poderá amargar um tempinho na prisão. Em pouco mais de duas semanas de exibição do reality, a dupla protagonizou um dos momentos mais polêmicos dessa edição, com direita a muita gritaria e xingamentos por parte da jornalista.

Ambos irão disputar o paredão que ocorrerá hoje (02), mas segundo resultados de várias enquetes espalhadas pela web, Paula é a favorita para abandonar o programa. Eliminada ou não do reality show, a patricinha terá de se preparar para o pior, pois o tatuador já mostrou indícios de que não deixará as acusações de lado, ele pediu conselhos à advogada Adélia em relação ao caso e procurou a produção da atração para saber quais medidas poderá tomar contra a sister.

Em entrevista ao jornal “Extra”, a presidente da Comissão de Direito Penal da OAB do Rio de Janeiro, Fernanda Tórtima, explicou  que a pena de injúria pode levar à prisão, de até seis meses, e/ou a um pagamento de multa. “Tudo me leva a crer que a Ana Paula o acusou desse crime debochando do fato de ele, com 53 anos, ter uma namorada, como confessou dentro da casa, de 19. Isso não é pedofilia”, explicou a profissional da justiça à publicação carioca.

Quem tem um mínimo de conhecimento sobre leis sabe que pedofilia é um assunto bem complexo aqui no Brasil. A relação consentida de jovens de 14 a 17 anos não é considerada pedofilia, por exemplo. Mas a venda, porte ou reprodução de material pornográfico de pessoas dessa mesma faixa etária é considerado pedofilia, mesmo que exista autorização destas. Enquanto que a relação não consentida de pessoas menores de 18 anos é pedofilia e estupro.

Tiago Leifert defende Laércio e é criticado por internautas

Do lado de fora da casa a polêmica tomou proporções gigantescas. Muitos internautas abraçaram a defesa de Laércio, inclusive alguns artistas como o apresentador do “The Voice Brasil”, Tiago Leifert. O famoso utilizou sua conta no Twitter para recriminar a atitude da jornalista em relação à acusação de assédio e posteriormente de Pedofilia. “Também acho assédio na rua nojento, só fico surpreso de alguém no ‘BBB’ reclamando de estar sendo observada. É irônico, sim”, escreveu no microblog de 140 caracteres.

O contratado da Rede Globo recebeu duras críticas de alguns internautas e chegou a rebater algumas. “A vocês chamando o cidadão de ‘pedófilo’, esse é um crime terrível (e acusar alguém em rede social sem prova alguma também é! Ops!)”, comentou. E não parou por aí, ele chegou a bater boca com alguns usuários da rede social. “Vocês tão muito nervosinhos. É o BBB, é um programa que as pessoas vão se expor. Se expor pra 30 milhões pode, um cara olhando vocês surtam?”

Um internauta rebateu as postagens de Leifert relembrando que o brother afirmou ter um relacionamento com uma garota de 17 anos, e o apresentador do “The Voice Kids” respondeu com um questionamento: “E isso é crime?”. Já vimos que não, mas como nem todos procuram se informar antes de iniciar um bate-boca em rede social, outro usuário do Twitter retrucou agressivamente: “17 anos é menor de idade, animal”. Tiago não baixou a cabeça e finalizou o papo com um “pra andar de carro, não pra outras coisas. Juro. Vai ver a lei”.

Em uma última postagem, o famoso mandou um recadinho para seus seguidores. “O problema não é assédio nem machismo nem pedofilia. O problema aqui é sempre um só: interpretação de texto”. Por conta dos comentários, o nome de Tiago entrou nos trending topics do microblogging.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ITAITUBA//PA: NA TARDE DESTE DOMINGO GU CORPO DE BOMBEIRO ACHAM O JOVEM DESAPARECIDO EM RIO.

Homem e alvejado a tiros em Santarém